BUSCA PROVEDORES_FOTO

Busca por Provedores de Internet regionais aumenta durante a quarentena

O crescimento do setor faz com que profissionais busquem novas alternativas de serviços para se destacar no mercado

Os provedores regionais representam 73% do total de novos acessos à banda larga no País e indicam uma tendência para 2020: cada vez mais pessoas desistem do serviço das grandes operadoras e optam pelos pequenos e médios provedores, seja pelo preço ou pela disponibilidade do serviço em áreas rurais ou afastadas da região central. Os dados da Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações mostram um salto de 2,45 milhões para 9,88 milhões de conexões, entre 2009 e 2019, passando a superar os gigantes do setor em número de assinantes de banda larga, porém, apenas durante os meses de fevereiro e março, as buscas na internet por provedores regionais cresceram 42,8%, de acordo com levantamento feito pelo site Melhor Plano.

Pela pesquisa também é possível analisar que houve um aumento de 36% nas buscas por serviços de TV por Assinatura em canais de atendimento de Provedores Regionais. Com isso, é possível concluir que esse é um campo que pode ser explorado pelos ISPs. Oferecer integração de TV aos clientes é uma maneira de entregar não apenas mais um serviço, mas também de fidelizar o público para que não precise migrar para uma empresa que ofereça essa junção.

A mesma pesquisa também aponta o crescimento da audiência individual de canais de TV por assinatura durante a Pandemia. O consumo de canais de entretenimento, por exemplo, avançou 36% com atrações como reality-shows e programas infantis. Durante o isolamento social também houve um aumento no consumo de internet. Como já citamos em outros artigos neste blog, Com mais pessoas em casa, a internet se tornou a principal ferramenta para trabalhar, estudar, se comunicar, e até fazer compras on-line. Nesse cenário, os pequenos e médios provedores vêm demonstrando seu valor social ao garantir a conexão em zonas urbanas e áreas de vulnerabilidade nas quais as grandes operadoras não chegam.

Hoje o principal desafio do Provedor de Internet é fidelizar seus clientes. O mercado ISP vem crescendo diariamente, com isso, aumenta o número de empresas que oferecem esse tipo de serviço. Diante disso, cabe a esses profissionais encontrarem oportunidades para fidelizar sus clientes com soluções de qualidade a preços mais competitivos.

O mercado de Telecom nas últimas décadas vem sendo transformado e promovendo mudanças estruturais na sociedade e nas corporações a partir dos impactos que a alta conectividade impôs aos negócios, pessoas e equipamentos abrindo um leque de oportunidades para o mercado de provedores de internet, principalmente os pequenos que atualmente já lideram o mercado em mais de 1.200 municípios, sendo responsáveis por 12% do total de conexões do país, de acordo com estimativas recentes da Anatel. Diante disso, muitos Provedores já estão oferecendo planos de TV por assinatura. A novidade pode alavancar os negócios dos ISPs brasileiros, levando não apenas a audiência dos canais, mas atrelando a força das marcas ao nome dos provedores regionais.

Estima-se uma média de adesão de 15%, chegando a 30% em alguns casos, de planos de TV vendidos juntamente com a banda larga. O objetivo de empresas que oferecem esse tipo de serviço para os provedores, como a MulTV, é que até o fim do primeiro semestre de 2020 cerca de 40 provedores regionais de internet passem a oferecer o serviço de televisão por assinatura.

CONNEXTING HEROES_FOTO

Inovação de ISPs durante a Pandemia

Já no primeiro semestre de 2020, o mundo vive uma crise relacionada à saúde que assola o mundo, criada pelo novo Coronavírus, causador da COVID-19.

A pandemia, a quarentena e outras medidas de isolamento social têm obrigado a maioria das empresas ao redor do mundo a se adaptarem às novas dinâmicas.

É o caso da A T-Moblile, que anunciou o lançamento do ‘Connecting Heroes’ (Conectando Heróis) nos EUA. Trata-se de um compromisso de 10 anos em fornecer serviço gratuito e acesso 5G às agências de atendimento. Isso inclui todos os departamentos públicos e sem fins lucrativos, estaduais e locais sem fins lucrativos, policiais e EMS.

Nos próximos meses, muitas cidades dos EUA preveem déficits de receita – e isso significa que funcionários municipais essenciais enfrentarão demissões, licenças, cortes de salários e congelamentos de contratações. Agências estaduais e municipais de resposta rápida enfrentam orçamentos apertados, ano após ano. Portanto, eles são forçados a fazer trocas impossíveis entre fornecer equipamentos essenciais para salvar vidas ou os serviços de comunicação necessários para realizar seu trabalho. O programa Connecting Heroes economizará dessas agências até US $ 7 bilhões – fundos que podem ser direcionados a pagamento extra, ferramentas para salvar vidas e melhor suporte para os socorristas.

A iniciativa da T-Mobile foi lançada em novembro de 2019. Mas a história que ressoará com os consumidores será focada em como a empresa de telecomunicações entrou em cena para apoiar as pessoas importantes, quando suas necessidades eram mais urgentes.

E você, Provedor. O que está fazendo para apoiar alguns dos trabalhadores mais valiosos da sociedade durante esse momento?