METRICAS_FOTO

Quais Métricas realmente importam para o seu provedor?

Hoje eu vou te falar sobre um dos fatores que leva grande parte dos projetos de marketing digital ao descontrole, e porque não dizer, muitas vezes ao fracasso, fazendo com que muitos provedores percam as esperanças de ter bons resultados com o marketing digital.


Quando o provedor inicia uma campanha no ambiente online, assume um novo desafio, muitas vezes nunca experimentado, mas a primeira coisa que vem à mente dos sócios normalmente é: o resultado final esperado.


Essa ansiedade nos leva muitas vezes a atropelar fases importantes de planejamento de conhecimento prévio do ambiente que estamos pisando. Quem nunca passou por isso não é mesmo? Seja em pequenos ou grandes projetos, esta fase de conhecimento é vital para se estabelecer metas e objetivos realistas de crescimento do projeto.

Sem métrica não há como avaliar o desempenho de uma campanha e determinar o seu sucesso.


O grande problema é que existem muitas métricas, aplicáveis em formatos e fases distintas de campanhas de marketing digital. Querer abraçar todas pode arruinar o seu projeto.


Em uma campanha você poderia avaliar: taxa de conversão, custo por lead, ticket médio, ticket médio por sexo, custo por clique, engajamento e por aí vai.


Então, qual métrica realmente importa para sua ação de marketing digital?

Costumamos orientar os provedores que atendemos que é melhor haver o foco em poucas métricas, que sejam bem monitoradas. Então, para responder à pergunta anterior, você primeiro precisa identificar qual detalhe é mais crítico no momento, o que mais te preocupa na campanha no exato momento. É o número de leads que chega? É o longo tempo de fechamento? É a taxa de conversão que está baixa? É o tempo de retorno do atendimento comercial?


Respondendo a esta pergunta, você poderá focar em métricas que realmente importam para a sua campanha de marketing no momento, aprimorar os resultados, e só depois avançar para as próximas medições.


Existe um conceito representado pela sigla “OMTM – One Metric That Matters” que se traduzido para o português significa: “Uma métrica que realmente importa”. E é disso que estou falando.


Agora em termos práticos, como você pode identificar se a sua métrica é boa o suficiente para monitorar o problema encontrado, já que você identificou a área de maior risco?


Sem dúvida você tem objetivos a partir daí não é mesmo? Seja aumentar o tráfego ao seu site, atrair novos leads, reduzir o número de reclamações, enfim, em cada fase do teu negócio a sua métrica irá mudar. O que precisa ficar claro, é que uma boa métrica não precisa ser aquela que toma a tela do seu computador com gráficos e números em excesso.


Ela precisa ser clara, direta, gerar comparações entre períodos e principalmente possibilitar uma mudança imediata se a métrica gerar números e percentuais insatisfatórios para o seu provedor.


Bom pessoal, as possibilidades são enormes, eu tenho certeza que sua agência digital terá habilidade suficiente para te orientar quanto as métricas, mas procure focar no que mais importa em cada fase da sua campanha de marketing, e não se esqueça de manter a sua equipe sempre atualizada quanto ás métricas.


Por hoje é só. Até o próximo artigo.

Por: Daiamon Bendo Paiva

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *