RECLAMAÇÕES INTERNET_FOTO

Com maior uso da internet durante pandemia, número de reclamações aumenta

Pandemia da Covid-19 expõe fragilidade da conexão de internet no Brasil

Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel, o uso da internet no Brasil cresceu durante a quarentena. O aumento foi entre 40% e 50% e a alta foi ainda maior para servidores internacionais.

Mas com o aumento do consumo também houve aumento de reclamações. As instabilidades aumentaram e a Anatel registrou um número maior de reclamações de usuários a partir da segunda quinzena de março. Alta semelhante foi sentida no portal Reclame Aqui, que agrega queixas de usuários na internet.

Com a pandemia do novo Coronavírus, a instabilidade e queda de internet no país, diversas pessoas enfrentam dificuldades para trabalhar e estudar de casa. Os especialistas afirmam que a rede no país é sólida, mas problemas podem ser encontrados para acessar alguns serviços que estão com alta demanda.

Em março, a Anatel registrou 67 mil reclamações relativas à banda larga, com concentração a partir da segunda quinzena. Em abril, o volume passou de 74 mil e em maio o número foi semelhante, com mais de 73 mil queixas. No ano passado, houve 50 mil reclamações em março, 48 mil em abril e 47 mil em maio.

O site Reclame Aqui, que agrega queixas dos usuários, também viu o número de publicações contendo o termo “internet” crescer: de 12 mil em março para mais de 14 mil em abril.

Dados do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC) mostram a influência da pandemia na qualidade da internet no Brasil. Após o primeiro caso da doença, em março, as solicitações aos servidores ficaram mais demoradas.

Mas o que o Provedor pode fazer para minimizar os impactos da sobrecarga e evitar reclamações sobre a qualidade da internet durante a quarentena?

1. Converse com seus clientes:

Não espere que os seus assinantes procurem o seu provedor pedindo cancelamento. Antes que isso aconteça, entre em contato e ofereça um bom negócio para eles, seja por meio de uma entrega a mais ou um bônus depois que passar a quarentena. Isso não significa que você precisa agir como grandes provedores. Analise a realidade da sua empresa e verifique o que você pode oferecer para que nem o cliente nem você se sintam prejudicados.

2. Aposte na inovação do seu negócio:

Essa é a hora de você mostrar ao seu cliente que ele fez a escolha certa optando pela sua empresa. Você pode fazer uma parceria com algum negócio da sua região e oferecer um voucher para os clientes. Sem dúvidas, seu provedor será lembrado pelos clientes por muito tempo devido a essa ação inesperada, contribuindo para a força da sua marca. Também aposte em oferecer um bônus nesse momento de crise. Negocie um crédito para o futuro. Por exemplo, garanta para esse cliente um pacote mais atraente do que aquele ele assina pelo mesmo valor no mês seguinte.

3. Responda de maneira ágil:

O planejamento de redes não estava preparado para esse isolamento. Por isso, faça sempre a manutenção da sua rede e mantenha seus clientes informados sobre eventuais instabilidades. Aposte na diminuição da qualidade de vídeos em conteúdos de streaming, a fim de tornar os serviços mais leves. Além disso, procure expandir a capacidade de suas redes para absorver a demanda.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *