ANATEL_FOTO

Anatel divulga números das telecomunicações no primeiro trimestre de 2020

O serviço de banda larga fixa teve resultado positivo

Já no primeiro trimestre de 2020 o Brasil começou a conviver com o novo Coronavírus. A doença rapidamente se espalhou pelo país e a população passou a cumprir o isolamento social recomendado pelos órgãos públicos de saúde, medida adotada para evitar a disseminação do COVID-19.

O serviço prestado pelos ISPs foi considerado essencial ainda no início da Pandemia. A Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações – entendeu que o setor tem um papel fundamental na prevenção e nas respostas aos impactos que a disseminação da COVID-19 demanda e firmou junto às principais empresas provedoras, de manter o país conectado durante a crise do novo Coronavírus.

No último dia 26 de maio, a Anatel divulgou o Panorama Setorial de Telecomunicações de março de 2020, relatório que apresenta os principais números do setor no Brasil, no primeiro trimestre de 2020.

Em março deste ano, o país somava 307,3 milhões de acessos, número que leva em consideração os serviços de telefonia móvel, telefonia fixa, banda larga fixa e TV por assinatura. Esse número revela uma redução de 2,1% nos últimos 12 meses, já que no mesmo período em 2019, o setor tinha 313,5 milhões de acessos.

Já o serviço de banda larga fixa teve resultado positivo. Ele apresentou 3,7% de crescimento no número de acessos em relação ao mesmo período em 2019. Já para os ISPs regionais houve um aumento de aproximadamente 5% o que pode ter rendido cerca de 600 mil novos clientes. Agora, os ISPs possuem mais de 10,2 milhões de contratos assinados, ou seja, 30,9% do mercado.

Atualmente o mercado de internet fixa no país possui 32.998.856 milhões de assinantes, tendo crescido 530.384 mil contratos no primeiro trimestre, ou seja, 1.6%. Diante disso, os provedores regionais não só estão ativando mais clientes, como estão conquistando usuários das operadoras de grande porte.

Comments are closed.